Rádio TAMTAM!

Um programa do tamanho da sua loucuuuura! Um programa sem contra indicação! Vide bula!

Assim, os loucutores da TAMTAM invadiam casas, automóveis, escritórios, e muitas cabeças da nossa cidade, com seus programas de Rádio, fruto da loucura gostosa, ousada e desafiadora do Projeto TAMTAM em Santos/SP.

O Projeto TAMTAM se tornou referência entre projetos de Saúde Mental e na Luta Antimanicomial, dando exemplo especialmente de humanismo, inclusão e diversidade. Um trabalho calcado na troca, na cumplicidade e no brilho outrora escondido/apagado em diversas pessoas – egressos ou não da Casa de Saúde Anchieta.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um pouco de história

Iniciado na extinta Casa de Saúde Anchieta em 1989, o Projeto TAMTAM tem como objetivo promover saúde mental, prevenção as doenças, educação, acesso a arte e cultura, diversidade e inclusão social.

O trabalho iniciou após uma intervenção pública municipal na extinta Casa de Saúde Anchieta, em Santos/SP, feita pela Prefeita Telma de Souza em 1989. O trabalho de humanização da “Casa dos Horrores” contava ainda com o Dr. David Capistrano Filho, o Dr. Roberto Tykanori e uma grande equipe. A partir daí, aquela equipe passou a procurar alguém que “fosse louco o bastante para querer dar Teatro para os loucos!”

O Arte Educador e Pedagogo Renato Di Renzo, revoluciona a partir daí o campo das artes e da Saúde. Desde 1989 Di Renzo já propunha uma Sociedade Inclusiva e Diversa com as ações TAMTAM (a começar pelo nome, escolhido durante um exercício de poesia dadaísta!). Suas intervenções urbanas e ações junto a população, viraram modelo nacional e internacional e motivo de matérias no Washington Poost, Radio BBC de Londres, Folha de São Paulo, Revista Veja, Isto É, Programas como Fantástico, Jô Soares, Dóris para Maiores, entre outros.

O trabalho, exclusivamente de Arte, incluía Oficinas de Pintura, Utilitários, Jornal TAMTAM, Teatro e Dança, Grupos de Convivência, entre diversas atividades plurais e de humanismo e paixão pelo “outro”…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em 1992 é fundada a ONG Associação Projeto TAMTAM, objetivando que a ética e a estética fossem mantidos e replicados.

Em 1993 criou-se a Escola Experimental Geração 2001, nos moldes da TAMTAM, voltada para uma demanda de crianças e jovens em situação de risco e vulnerabilidade.

Também nesse ano a TAMTAM une seu trabalho de Arte com o Grupo Orgone, fundado pela bailarina Claudia Alonso , que, até então trabalhava somente com Dança. Di Renzo assume a direção do grupo, dando nova roupagem e uma linguagem única que o caracteriza até os dias atuais. Os participantes passam a fazer parte de uma formação muito mais ampliada, que incluía as atividades do próprio TAMTAM.

No ano de 1996 aconteceram duas passagens que merecem destaque:

Rádio Muleke,  que foi como um “filhote” da TAMTAM, onde crianças e jovens  dos abrigos aqui da cidade se tornavam artistas uma vez por semana. Essa turma voltou a estudar, tinha desejo pela vida, queria aprender mais e mais e ficou muito mais tranquila! E era assim… O dito “louco” e o dito “de rua”, um tão excluído quanto o outro, celebravam a poesia e a poética pela vida e pela saúde mental!

Este slideshow necessita de JavaScript.

E o Zazar’H Bar, que foi a “pedra fundamental” do hoje conhecido Café Teatro Rolidei. Em 1996 a troupe TAMTAM já ocupava o terceiro andar do foyeur do Teatro Municipal de Santos, fazendo muita loucura – “dando voz aos poetas e aos profetas”! Nesse espaço, muitos músicos da cidade e da região, artistas, escritores, comunidade em geral, se reuniam para celebrar “a grande saúde da nossa eterna loucura”!

Ali, feliz(cidade) era a palavra de ordem!

 

Vale saber

Até 1996 o Projeto TAMTAM tinha total ligação com o poder público municipal, fazendo parte das políticas públicas de Saúde, Educação, Assistência e Cultura, potencializando um novo olhar sobre o dito diferente e, o trabalho em rede e articulado.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mudanças governamentais não permitiram que o Projeto continuasse desta forma, assim, entre 1997 e 1998 o TAMTAM foi desenvolvido  em prédios e galpões abandonados, de 1999 a 2002 no Colégio Universitas e desde 2003, voltou a ocupar o mesmo “canto“ do foyeur do terceiro piso do Teatro Municipal de Santos. Este espaço batizado: “ESPAÇO SÓCIO CULTURAL E EDUCATIVO CAFÉ TEATRO ROLIDEI” – levou 04 meses para ser construído e em Abril de 2003 abriu suas portas para a cidade. Os principais “actantes” dessa fase entre 1997 e 2003 foram os próprios atores e aprendizes do Grupo Orgone, encenando peças de autoria de Di Renzo cuja urgência sempre foi a “fala dos excluídos”.

Desde então todas as ações da Associação Projeto TAMTAM são lá desenvolvidas por um grupo de voluntários que sempre muda – alguns perduram!

De toda forma, essa caminhada com dificuldades reais, no dia a dia e até a atualidade, vale a pena, porque aprendemos a otimizar espaço, limpar banheiro, ensaiar à noite, dar aulas após um dia inteiro de trabalho (e muito felizes!), ou trocar os finais de semana por uma causa – com causa real. Na realidade, aqueles que perduram, compartilham do mesmo sentimento: o trabalho é por vocação. Então passamos a ter certeza de que não deveríamos parar nunca. E somos assim até hoje.

TAMTAM  –  Arte e comprometimento, paixão e ética, respeito e troca = feliz(cidade).

A história continua

Todas as ações socioculturais da ONG Associação Projeto TAMTAM, sejam elas desenvolvidas por meio do teatro, dança, música, artes plásticas e comunicação, visam propiciar a qualidade de vida e fomentar a discussão do novo homem e do mundo que se quer viver, “num tempo de gratuita estranheza”, violência gratuita e banalização da vida e das relações.

%d blogueiros gostam disto: