Jazz para quem não dança

A atividade parte do princípio de que todos podem dançar e que a dança, além dos benefícios naturais de uma atividade física, colabora para a qualidade emocional dos participantes, elevando auto estima, felicidade e ânimo para o cotidiano.

Nos grupos, exercícios de ritmo, tempo e espaço, percepção e fortalecimento do tônus muscular, amplitude e flexibilidade corporal, somados a relaxação e propriocepção, são compartilhados por grupos totalmente inclusivos de jovens e adultos, além de um grupo especialmente pensado para mães e mulheres, desde 2011. Além dos exercícios físicos, a criação de coreografias em diferentes ritmos e estilos, permitem ampliação do acesso ao mundo da dança e apresentações sempre divertidas e participativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *